Dicas Produção Gráfica


Dicas Produção Gráfica

Observar algumas práticas simples ao preparar e gravar seus arquivos digitais para impressão pode lhe trazer grandes benefícios, como prazo de execução mais curto, ausência de erros e custos mais baixos.

Dentre os problemas que mais afetam um bom fluxo de trabalho estão a não inclusão dos arquivos das fontes e das imagens, programas de versão incompatível, formatos que não imprimem, etc.

Fornecer informações detalhadas, como nome e quantidade dos arquivos contidos e programas e plataformas utilizados, ajuda no encaminhamento correto da produção.

Eis algumas dicas para que tudo ocorra bem:

Softwares

• Utilize os programas indicados para o trabalho: Indesign, PageMaker ou QuarkXPress para diagramação de textos; Photoshop para fotografias; Illustrator ou Corel Draw para gráficos.

• Antes de enviar seu trabalho verifique se o programa e versão utilizados são compatíveis com os disponíveis com sua gráfica.

• A melhor forma de entregar arquivos para impressão é o PDF. Pesquise um pouco sobre o assunto, ou aguarde uma das próximas postagens =].

• Programas de escritório como Word, Excel e PowerPoint devem ser evitados ao máximo em trabalhos gráficos profissionais.

Layout

• Simplifique seus arquivos. Evite usar gradientes, lentes, transparências, padrões, máscaras e paths (caminhos) complexos. Se usá-los, converse com sua gráfica pra saber se será necessário rasterizar o arquivo antes de enviar.

• Elimine todos os objetos que estão fora da página e que não devem ser impressos.

• Apague todos os elementos que não devem aparecer no impresso. É interessante evitar usar uma caixa em branco para escondê-los.

• converse com a gráfica pra saber se é necessário colocar registros e marcas de corte no trabalho, configure o documento no formato de página correto e deixe que eles coloquem as marcas e registros se forem necessários.

• Evite mudar o tamanho das imagens nos programas de ilustração ou de layout, faça isso no próprio programa de edição de imagem (Photoshop).

• Não use espessura de fios Hairline, defina uma espessura de pelo menos 0,3pt em contornos.

• Sempre que um elemento for impresso até a borda do papel, ele deve ser sangrado. Isto é, o objeto deve ultrapassar a área da página (em pelo menos 3mm) para garantir que não apareçam filetes brancos depois do corte.

Imagens

• As imagens são as ilustrações e fotografias que aparecem no trabalho. Estas imagens podem estar incorporadas no documento ou apenas linkadas (vinculadas). Caso estejam vinculadas, os arquivos das imagens serão necessários para a impressão. Portanto, você deve enviá-los junto com o trabalho.

• As imagens devem estar no formato final (100%), pois alterações no formato alteram a resolução final.

• As imagens devem estar com resolução de 200dpi a 300dpi para impressão digital e offset. Algumas imagens podem ter resolução menor sem que seja notada perda de qualidade.

• Para impressões de grandes formatos, 150dpi de resolução no formato final são suficientes.

• Caso a resolução das imagens esteja muito acima da indicada, o tamanho do arquivo também ficará muito maior, dificultando a transferência e aumentando o tempo de processamento e impressão.

• Caso a resolução das imagens esteja baixa (72dpi, por exemplo) elas aparecerão serrilhadas na impressão, mesmo que este serrilhamento não esteja visível na tela.

• Evite usar copiar-e-colar para imagens, pois elas podem não imprimir corretamente. Exporte a imagem/fotografia para um arquivo (TIF, JPG ou EPS) no programa original e depois a importe no documento final.

• Ao gravar uma imagem no formato JPG a compressão pode diminuir a qualidade. O ideal é usar a qualidade mais alta na qual a perda de qualidade é imperceptível e o arquivo fica menor.

• Caso sejam usadas imagens EPS com textos, envie também as fontes usadas.

Cores

• Para impressão Digital e Grandes Formatos, as cores podem estar em CMYK, Pantone, ou RGB. O uso do CMYK é mais indicado pois nem todas as cores RGB e Pantone podem ser reproduzidas na impressão.

• Para impressão Offset, as cores devem estar em CMYK para impressão em policromia (quatro cores) ou em Pantone, para a impressão com cores especiais.

• As cores que aparecem no monitor não são idênticas às cores que serão impressas. Utilize a informação das tintas (30c 90m 5y 10k, por exemplo) para escolher as cores.

• para obter um preto bem escuro (calçado) trabalhe com: 40c 40m 40y 100k.

Textos

• Textos em negativo (em branco sobre fundo preto) devem estar com pelo menos 10pt.

• Ao utilizar preto sobre fundo colorido utilize overprint caso seja necessário, para evitar o trapping de cor.

Fontes

• As fontes são as diferentes letras usadas nos textos de um arquivo digital. Elas são necessárias para que a impressão seja feita com as mesmas tipologias utilizadas na criação do trabalho. Quando acontece a substituição das fontes o tamanho das linhas e dos parágrafos se altera, por isso sempre envie os arquivos das fontes utilizadas.

• Para copiar fontes no Windows, vá ao Painel de Controle e escolha a opção Fontes. Localize os arquivos das fontes utilizadas e copie-os com o trabalho que será enviado.

• O local padrão para a instalação de fontes Type 1 no Windows são as pastas: PSFONTS e PSFONTS / PFM.

• Para copiar fontes no Mac OS, abra a pasta System, depois abra a pasta Fonts. Localize os arquivos das fontes utilizadas e copie-os com o trabalho que será enviado.

• É importante lembrar que para fontes Type1 é necessário que sejam copiadas as fontes de tela e as fontes de impressão.

• Caso você utilize um aplicativo de gerenciamento de fontes, os arquivos das fontes podem ficar em outras pastas. Neste caso o próprio aplicativo informa a pasta onde estão as fontes.

Teste o arquivo

• Para garantir que nenhum problema ocorra, após copiar o arquivo para a mídia (pen drive, CD, DVD), tente abrir o arquivo diretamente da mídia, a fim de verificar se a cópia foi realizada com sucesso.

• Evite levar o arquivo a ser impresso junto com outros arquivos na mesma mídia. O ideal é que o arquivo seja enviado sozinho, apenas com os seus elementos (fontes, imagens).

Modelo

• Sempre que possível, envie um modelo do trabalho junto com o arquivo. Assim poderão comparar o arquivo com o modelo e corrigir pequenos problemas, o que agiliza a produção da prova.

• O modelo enviado deve ser a última versão do trabalho.

• O ideal é que o modelo esteja no formato final do trabalho (100% completo).

• Se o seu trabalho necessitar de algum acabamento especial (corte-e-vinco, dobra, etc.) é importante que você forneça uma boneca (modelo) do produto final.

fonte: estudart


 
Se você estiver fora da página principal clique aqui www.vetorizando.com.br